Propaganda Cabeçalho

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Daytrip para Niagara Falls

Fala seus good vibes, beleza? Bom, conforme expliquei neste outro post sobre Toronto (Relembre), meu segundo dia na cidade foi dedicado ao passeio a Niagara Falls. Fechei com a Niagara Day Tour (http://www.niagaradaytour.com/) por 99 dólares canadenses e valeu muito à pena. No passeio, estão incluídos uma volta por Niagara-on-the-lake (que no dia, nossa excursão optou por não fazer), que é uma cidadezinha charmosa perto das cataratas, uma parada no aeroporto para o passeio de helicóptero (pago à parte), o cruzeiro dentro das cataratas, o relógio floral e a visita a uma vinícola da região. Eles te buscam no hotel e você só tem o trabalho de se divertir. O guia foi muito atencioso durante todo o passeio.
Bom, como falei, pulamos a visita em Niagara-on-the-lake e fomos direto para o aeroporto. Lá, fiz o passeio de helicóptero. Só tenho uma coisa a dizer: IRADO! Com certeza uma das experiências mais emocionantes que já tive (tá, se você costuma andar de helicóptero por aí, talvez não seja tão emocionante). O mais legal de tudo é ver as cataratas do alto, realmente indescritível. Deixei um rim, claro (acho que foram $200 dólares canadenses), para poder pagar este passeio de 12 minutos, mas valeu cada moeda. As fotos abaixo dizem por si só.









De lá, nossa van partiu para o parque das cataratas, em Niagara Falls. Chegando lá, tive uma surpresa. A cidade parece uma mistura entre Las Vegas e parque de diversões. Há hotéis, cassinos, brinquedos, restaurantes. E claro, as cataratas logo em frente. Fomos logo para o passeio de barco que se aproxima muito das quedas d´água. Você se molha bastante, mas eles dão capa de chuva. Mais uma vez, sensacional. 






De lá, tive um tempo livre pelo parque. Caminhei, tirei fotos, olhei as cataratas, comi no Wendy´s (seu pobre), e descansei. 



De lá, passamos pela Niagara Whirlpool, um redemoinho que já tirou a vida de muitos mergulhadores que tentaram se aventurar por ali.


Antes da vinícola, paramos no relógio floral, que não tem muita graça, pelo menos no verão. 
Na vinícola, pudemos provar 4 tipos de vinho, incluindo o Icewine, que é um vinho gelado e super doce, feito com as uvas da região. Já levemente embriagado, fui trazido pela van até Toronto, onde peguei meu voo de volta. Em suma, uma experiência sem igual. Recomendo a todos.
E aí, curtiu o post? Tem algo que gostaria de adicionar? Comente, critique, xingue, esperneie.
Valeu pessoal.


O que fazer em Toronto em 2 dias?

Fala galera azeitada, tudo bem? Hoje vamos falar sobre Toronto, uma das cidades mais importantes do Canadá, e o que fazer lá em 2 dias. Esse post é perfeito para você que não tem dinheiro para gastar gosta de perder tempo em museus e ou tem poucos dias na cidade. O que você vai ver aqui é feito em 3 ou 4 dias pela maioria das pessoas e é o que você vai encontrar na maioria dos blogs por aí. A diferença é que aqui tem muito bom-humor, ousadia e irreverência. Prontos para curtir essa cidade cosmopolita na pegada da jaguatirica ensandecida? Ok, vamos lá...

Primeiro, duas curiosidades: 
1) na língua indígena local, Toronto significa ponto de encontro 
2) metade da população residente da cidade é estrangeira, o que faz de Toronto uma das cidades mais multiculturais do mundo.

Bom, comecei meu passeio chegando pelo aeroporto Billy Bishop, que recebe apenas voos regionais e é localizado em Toronto Island, praticamente no centro da cidade. Já adianto que não tive tempo de visitar Toronto Island, que com certeza é uma das atrações da cidade. Como a ilha é um parque gigante, cujo principal atrativo é a vista para Toronto, decidi tirar algumas fotos a partir do aeroporto e partir para a cidade.


Se você não tiver muitas malas e não estiver com pressa para fazer check in, recomendo fortemente ir andando do aeroporto até a CN Tower, aproveitando a waterfront (ou orla do lado, em bom português). Como era verão, pude ver como a cidade é muito ativa e agradável nessa época do ano. 
Chegando na CN Tower, que já foi uma das maiores torres do mundo e tem a melhor vista da cidade, fui logo comprar meu ticket. Para comprar não havia muita fila, mas mesmo assim recomendo comprar pela internet, coisa que a anta aqui não fez. No entanto, no final das contas, o problema mesmo é a fila para subir. Após uma hora e meia de puro stress, irritação e bufadas de impaciência, consegui chegar ao topo. Valeu à pena? #Descubra.



Perto da CN Tower, você vai encontrar o Rogers Centre, estádio de esportes da cidade. Como não havia nenhum evento esportivo no dia, dei uma olhada e segui viagem. Saindo de lá, na larica de 14 lutadores de sumô, resolvi provar a comida típica canadense, o famoso Poutine, que consiste em batata frita, coalhada de queijo e molho de carne, tudo junto numa meleca só. O local escolhido foi o Poutini´s House of Poutine, um dos mais famosos da cidade. O bagulho é bom e grande.


Saindo de lá, fui para a University of Toronto, onde eu ficaria hospedado (aliás, é uma boa opção, no estilo hostel - se chama 45 Willcocks Residence e você pode agendar pelo hostelworld.com). No meio do caminho, ainda passei por Chinatown, que não tem nada de muito interessante. Na universidade, dei uma olhada nos prédios no estilo gótico, tirei umas fotos no Queens Park e descansei um pouco.


Dali, parti para o Royal Ontario Museum. A fachada é muito bonita. 


Como sou daqueles que shits and walks para museus, tirei umas fotos e parti para o Tim Hortons, que fica ali perto. Trata-se do Starbucks canadense. Comi o tal do Timbit, que achei totalmente sem graça. 101 a cada 100 blogs vão falar para irem a qualquer Tim Hortons no Canadá, então vai lá, gaste seus dólares canadenses nessa porcaria e depois não diga que não avisei.


Até esse ponto, tinha feito tudo andando. Para economizar tempo e pernas, peguei um metrô na estação Museum e desci na estação St Clair West para visitar a Casa Loma. É um castelo neo-romântico (obrigado, wikipedia) que abriga um museu (no qual também não entrei) e que se localiza no alto de um morro, que dá uma vista bacana para a cidade. 


10 minutos para tirar umas fotos e segue o baile. Na mesma estação que desci, peguei o metrô para Yonge-Dundas Square, também conhecida como a Times Square canadense. Aquele monte de gente, aquela zona, aquele monte de letreiro gigante. 


Ali perto também o Eaton Centre, um shopping subterrâneo, para você que é rico e quer fazer compras. De lá, vá caminhando pela Yonge Street em direção ao waterfront. No caminho, você vai passar pelo Brookfield Place, uma galeria com arquitetura bem interessante, e o Hockey Hall of Fame. 


Ali perto, você também pode passar pelo flatiron de Toronto (chamado Gooderham Building oficialmente), um prédio símbolo da cidade e ir ao St. Lawrence Market, o mercado público da cidade. Se eu ainda não te matei de cansaço, você pode andar até o waterfront e curtir o fim do dia caminhando em frente ao Lago Ontario. 


À noite, você pode ir a algum bar, balada ou restaurante na Queens Street. Eu, como não sou muito sofisticado, fui no The Burger´s Priest, uma rede de burgers famosa na cidade. Entupi minhas artérias e não me arrependi.
Se você sobreviveu a isso tudo, você vai ter conhecido praticamente todas as atrações turísticas relevantes da cidade. O que fazer no segundo dia então? Resposta óbvia: vá para Niagara Falls. Eu fui com a Niagara Day Tour (http://www.niagaradaytour.com/) e valeu cada centavo. A experiência completa eu conto AQUI.


sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Festa de Réveillon Clube dos Ingleses


E 2016 FINALMENTE está chegando ao fim! E para começar 2017 com o pé direito, nada melhor que curtir com os amigos uma festa maravilhosa no Clube dos Ingleses, a melhor festa de Réveillon do Litoral.
Esse ano a Trend Entretenimento está montando uma super festa, com uma estrutura bem diferenciada e muito melhor que a de 2016.


Serão 20 pontos de caixas, 4 bares e um super quiosque de comida japonesa do Seu Miyagi.
Nada de filas em 2017 😍
E as atrações não podiam ser melhores!



Trio de Ferro (SAMBA / PAGODE), Leandrinho (SERTANEJO), The Rickers (HOUSE), DJ Arnone (FUNK) e DJ Eric Boratto (ELETRÔNICO).
E pela primeira vez no Réveillon no Clube dos Ingleses vai rolar OPEN cerveja e drinks até a 1:00 🍻🍹🍺


E a Trend não está pra brincadeira esse ano!
Para dar inicio as comemorações de ano novo e já sentir o clima que te espera no Réveillon do Clube dos Ingleses, a Trend vem com mais uma festa linda, a 2ª Edição da Trend White Party, agora edição de Pré Reveillon Latino, com muito Reggaeton, Deep House e Funk.



E as noticias boas não param por aí! Comprando seu convite para o Réveillon 2017 Clube dos Ingleses, você também vai estar garantido na 2ª edição da Trend White Party - Pré Réveillon Latino.
Dia 10 - Trend White Party - Edição Pré Réveillon Latino, uma festa que lançara a tendência do verão aqui no Litoral
Dia 31 - Réveillon Clube dos Ingleses, o Réveillon mais tradicional de todo o Litoral.
Fique ligado que os convites já estão no segundo lote!

Vendas Online:
Aplicativo Sem Hora
Seu celular, seu ingresso.

Pontos de Venda:
*1920 Stora - Shopping Balneário, Santos, SP
*Clube dos Ingleses - R. Santa Catarina, 127 Santos, SP.
*Náutica Tattoo : Praiamar Shopping Center, Aparecida, Santos, SP.
*Grão Pimenta - R. Riachuelo, 43, Centro Santos SP

DATA:31.12.2016
HORÁRIO: 23:59 H às 07 H
Clube dos Ingleses – Rua Santa Catarina 127, José Menino, Santos - SP


quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

O Melhor Sonho de Santos

"A bola de berlim (português europeu) ou sonho (português brasileiro) é um bolo tradicional semelhante à Berliner alemã. Ao contrário desta, normalmente recheada com doces vermelhos (morango, framboesa, etc.), é recheada com um doce amarelo chamado creme pasteleiro. O recheio é colocado através de um golpe lateral, sendo sempre visível."


Com massa fresquinha, recheio cremoso e feito na Chocolate Gourmet, temos a combinação perfeita para o melhor sonho que você pode provar!
A doceria já é queridinha do blog, mas inova tanto que a gente não consegue ficar sem contar as novidades pra vocês.


A boa da vez são os sonhos com sabores diversos.
A ideia nasceu da necessidade de doces tradicionais, de boa qualidade e com uma diversidade para os consumidores.



Com mais leveza e sabor, o sonho é feito com massa caseira e creme artesanal.
Quase um pedacinho do paraíso em forma de doce.




O sonho custa R$ 7 nos sabores creme, creme com chocolate meio a meio, creme com goiabada, creme com doce de leite. E R$ 10 os de nutella, leite ninho e pistache (o super lançamento).
Não tem como não querer experimentar todos!
Corre pra loja e conte pra gente sua experiência com essas delícias!


Chocolate Gourmet
Rua Liberdade 122 - Boqueirão - Santos
(13) 3019-0381


sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Festa com Crepe Mania

Domingo, 13 de novembro de 2016. Data planejada para minha festa de aniversário deste ano. Por razões particulares, infelizmente tive que cancelar meu churrasco. Não haveria festa. Fiquei mais chateada ainda quando fui convidada pra ir no churrasco do Tim, um amigo nosso que, na maior cara de pau, roubou minha data e ia dar um churrasco pra todos os nossos amigos no dia 13.
Pois bem, no mesmo dia 13, o Rafa me chamou para almoçar, já que o churrasco ia começar lá pelas 15h e não queríamos passar fome. Tivemos nosso almocinho básico e lá fomos nós para São Vicente, onde seria o maldito churrasco. Que saco!
Subo o elevador e pera... Vai ter festa sim??


Qual foi minha surpresa ao ver meus amigos, todos reunidos, cantando parabéns pra mim? Fiquei besta, chorei horrores. E sabe qual foi o melhor de tudo (tá, além da surpresa maravilhosa)?!
A Crepe Mania cuidou de todo buffet da festa! Foi puro amor <3


Teve até cardápio personalizado com 7 opções de crepes salgados e 4 opções de crepes doces, além das bebidas. Já fico com água na boca só de lembrar.


Antes de abrir o buffet para os crepes, fiquei sabendo que o pessoal serviu uma casquinha de entrada que estava deliciosa!
Foi o que salvou a fome da galera que ficou me esperando por algumas horinhas. hahaha


Gente, o que são esses crepes?! Apesar de experimentar todos, até agora não decidi qual o melhor. Acho que estou mais inclinada para o número 6 (carne moída, requeijão e pimenta calabresa) e fiz uma combinação MARAVILHOSA de creme de camarão com gorgonzola, SEM OOOOOR. O Rafa gostou mais do 34 (mussarela, requeijão, brócolis, alho frito, tomate e orégano) e minha mãe do 26 (palmito ao molho branco, frango, alho frito e requeijão). Além dos crepes com massa normal ou integral, com molho à sua escolha (branco ou vermelho), você ainda podia montar o seu crepe com o sabor que queria e colocar salada à vontade!





Sobre os crepes doces, só tenho uma coisa a dizer: fenomenais. Elas ainda serviram com o bolo, amamos demais! Além disso, tinha refri à vontade, suco, água e a mesa de café com biscoitinhos para finalizar! Tinha como ser mais perfeito?!


Ah, tinha! Com todo o carinho e atenção dados pela equipe, nossa missão ficou muito mais fácil. Comer até não aguentar mais. Acredita que em 5 horas de festa, houve fila o TEMPO TODO? Meus convidados que são esfomeados ou o crepe estava muito bom? Hm, fico com a segunda opção haha 
E se você quer ter um momento especial recheado com comida boa, preço justo e sem se preocupar com absolutamente NADA como eu, contrate sem medo os serviços do buffet deles. 
Basta solicitar seu orçamento através do email (contato@creperiacrepemania.com.br) e curtir uma festa deliciosa!
Ah! e eles estão trabalhando com um novo serviço também, O Boteco Mania. Mesmo serviço, mesma qualidade, com mesa de petiscos, salgados, caldas, sobremesas e muito mais! 
Um pouco das fotos pra vocês verem que mara! Já estou pensando na do ano que vem (fica a dica ;p)

Só queria agradecer imensamente a todos os amigos, familiares que ajudaram a organizar a festa e à Crepe Mania, que deu um gosto todo especial à minha comemoração. Foi inesquecível. Acho que vocês podem fazer festa surpresa pra mim todo ano, que tal?

13 3222-9470
13 99777-0794 whatsapp
contato@creperiacrepemania.com.br



Imperdível!