Propaganda Cabeçalho

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Onde comer no Rio de Janeiro: T.T Burguer


Como amantes de um bom sanduba, não podíamos deixar de conhecer o burguer mais famoso da cidade maravilhosa.
A marca une o know-how do chef Thomas Troisgros e do empresário Rony Meisler, do Grupo Reserva.
O preço é bem salgado, mas não foge das boas hamburguerias de São Paulo e seu cardápio é bem enxuto.
O lugar é pequeno e tem uma decoração bem moderna.
Aproveitamos um dia de praia no Arpoador e fomos até lá degustar essa belezinha.
O esquema da casa é o seguinte: você escolhe, paga e aguarda. Todos os lanches são embalados para viagem, se der sorte de arrumar um lugar consegue comer por lá mesmo, e foi o que aconteceu com a gente.

T.T. Burger: 200g de carne T.T. Burger, queijo meia cura, tomates frescos, alface romana, cebola agridoce, picles crocante e molho T.T. R$ 36


Batata frita R$ 8

Pedi meu lanche sem cebola e sem picles, mas o Rafa comeu o duplo completo. 
O sanduíche é bem saboroso, mas nada de extraordinário pra ser sincera. Não achei que vale o preço, mesmo sendo gostoso.
O diferencial da casa, além da carne, é o ketchup de goiabada. 


Ele é feito por eles mesmo e é comercializado também. 
E obveeeeeo, que trouxemos um desse pra casa. Comida é suvenir de gordinho 😏
Em suma, o burguer é gostoso, mas o ketchup ficou mais nos nossos corações do que o lanche. 


T.T. Burguer
Ataulfo de paiva 1240 - Rio de Janeiro


segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Projeto Vergonha na Cara 2.0: Cuidados com corpo e pele

Esse ano o Projeto Vergonha na Cara, agora 2.0, está voltando com tudo!! O "novo" projeto, é mais um "projeto vida toda" do que "vergonha na cara" pra falar a verdade. haha
Além de ter voltado com a dieta e atividade física (que eu nunca deveria ter parado), já passou da hora de ser um pouco mais vaidosa e me cuidar!
Começarei com a Dra Camila Vicentini  um tratamento contra flacidez, depilação a laser e cuidados faciais.

O projeto esse ano muda um pouco, não ficarei na obrigação dos vídeos, mas farei alguns com dicas e contanto pra vocês como está sendo essa nova jornada.
E pra começar com as dicas, pedi pra Dra. Camila dizer resumidamente os benefícios do último procedimento que fizemos: limpeza de pele e peeling.

Limpeza de pele e Peeling 

A limpeza de pele é recomendada à todos os tipos de pele e deve ser realizada rotineiramente.

Seus benefícios são:
✔Retira células mortas, sujidades, cravos e milliuns;
✔Melhora a permeação cutânea;
✔Melhora o viço e hidratação da pele;
✔Prepara a pele para tratamentos futuros;
✔Deixa a pele mais bonita e saudável.


O Peeling faz uma esfoliação profunda da pele, deixando-a mais fina e lisinha, além de estimular a produção de colágeno.
A junção dos dois procedimentos te dá uma pele muito mais macia, renovada e com menos oleosidade.
Eu amei o resultado! Mas como já falamos, os benefícios maiores, diferença na aparência e textura da pele você vai conseguir melhor se fizer os procedimentos com frequência.

Dr Camila Vicentine -  Estética Corporal e Facial
Av. Ana Costa, 484, 9° andar, sala 920 - Santos/SP
Instagram: @dracamilavicentini
Contato:(13) 99180-8250


quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Delícias Fit na Chocolate Gourmet


E o nossa confeitaria do coração tem mais uma novidade surpreendente e maravilhosa!
Chocolate Gourmet está lançando, nesse verão, versões fits para se deliciar por lá sem culpa!
Tem como não amar mais esse lugar?!

  
Barca de Açaí (açaí + kiwi+ banana + morango+ leite ninho + granola opcional + taça de sorvete de creme com geleia de frutas vermelhas R$30 e com taça R$37

Taça Fit (açaí + banana + morango + granola + leite ninho + uma sorvete zero açúcar) R$30


  Taça Fit muito açaí + banana + morango + banana + morango + sorvete zero açúcar

Chame os amigos para dividir e experimentar essas novidades irresistíveis! 

Chocolate Gourmet
Rua Liberdade 122 próximo ao canal 4
Santos/SP
Tel: (13) 3019-0381


quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Onde comer em Salvador: Acarajé da Dinha

E a primeira coisa que fizemos quando chegamos em Salvador, foi procurar o melhor acarajé! 
O Acarajé da Dinha fica no Largo de Santana, cercado de bares bacanas para tomar uma cervejinha enquanto degusta essa delicia. 
As filas lá são rotineiras, mas não desanime. É coisa bem rápida!


Nunca tinha provado acarajé antes. Quando tive oportunidade, em uma viagem para Porto Seguro, o agente de viagem colocou um pouco de terror e acabei desistindo.
Dessa vez fui com a cara e a coragem e o eno e me joguei!

Acarajé com camarão no prato R$ 8,50

Lá você encontra a opções: Abará (bolinho assado) e Acarajé (bolinho frito no óleo de dendê), no papel ou no prato e a versão quente (BEM apimentada) ou frio (sem pimenta).
Escolhemos o acarajé, no prato e com a pimenta a parte. 
Apesar de não ter parâmetro comparativo, eu achei bem bom. E graças a Deus o eno foi pro lixo haha
Não achei tão pesado quanto parece e mais gostoso do que eu imaginava. 
O diferencial fica no sabor e qualidade dos ingredientes. Sem falar que as baianas de lá, são puro amor! 


Se tiverem oportunidade, provem o melhor! 

Acarajé da Dinha
Largo de Santana, s/n, Rio Vermelho
Tel: (71) 3334-1703 / 4350


quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Encantolato



2016 foi um ano de muitas experiências e novas descobertas. Encantolato está na lista das melhores, com certeza!


Apaixonada por doces desde o tempo de escola, Marcela já fazia um sucesso com as vendas entre os amigos. Depois de formada, com a crise e o desemprego, decidiu voltar com tudo e abriu a Encantolato há pouco mais de 2 anos.


Você encontra uma variedade de doces: trufa, brigadeiro gourmet, brownie, mousse, torta, doces finos, bem casados, palha italiana, mas os bolos são o carro chefe da chocolateria.



Conheci o talento da Marcella através de uma amiga que rasgou elogios para um bolo que ela tinha encomendado para o aniversário de uma conhecida. Cai nas graças da guria e me apaixonei!
Logo eu, que nunca fui muito ligada a doces (sim, acreditem!) fui enfeitiçada com o sabor desses bolos que mais parecem obras de arte. 



Trabalhar com comida, principalmente confeitaria, você precisa de fato amar o que está fazendo.
Eu acredito muito na energia que a gente transmite pras coisas, e acho que na comida ela tem papel crucial!
Todo trabalho que você encontra na Encantolato transboda amor, eu não preciso dizer muito, acho que as fotos podem falar por mim.



E ano passado a empresa fez parte de uma das datas mais importantes pra mim, meu aniversário.
Quem me conhece sabe da importância que dou para a data. Sou do tipo que ama aniversário mais que a própria mãe.. aloka! hahahaha



Então não tinha nem como não dividir com vocês essas delícias! Vai fundo pra experimentar que tem selo Gordices de garantia! 😋 ❤

Encantolato Chocolateria
Tel: (13) 99672-9740
contato.encantolato@gmail.com


quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Daytrip para Niagara Falls

Fala seus good vibes, beleza? Bom, conforme expliquei neste outro post sobre Toronto (Relembre), meu segundo dia na cidade foi dedicado ao passeio a Niagara Falls. Fechei com a Niagara Day Tour (http://www.niagaradaytour.com/) por 99 dólares canadenses e valeu muito à pena. No passeio, estão incluídos uma volta por Niagara-on-the-lake (que no dia, nossa excursão optou por não fazer), que é uma cidadezinha charmosa perto das cataratas, uma parada no aeroporto para o passeio de helicóptero (pago à parte), o cruzeiro dentro das cataratas, o relógio floral e a visita a uma vinícola da região. Eles te buscam no hotel e você só tem o trabalho de se divertir. O guia foi muito atencioso durante todo o passeio.
Bom, como falei, pulamos a visita em Niagara-on-the-lake e fomos direto para o aeroporto. Lá, fiz o passeio de helicóptero. Só tenho uma coisa a dizer: IRADO! Com certeza uma das experiências mais emocionantes que já tive (tá, se você costuma andar de helicóptero por aí, talvez não seja tão emocionante). O mais legal de tudo é ver as cataratas do alto, realmente indescritível. Deixei um rim, claro (acho que foram $200 dólares canadenses), para poder pagar este passeio de 12 minutos, mas valeu cada moeda. As fotos abaixo dizem por si só.









De lá, nossa van partiu para o parque das cataratas, em Niagara Falls. Chegando lá, tive uma surpresa. A cidade parece uma mistura entre Las Vegas e parque de diversões. Há hotéis, cassinos, brinquedos, restaurantes. E claro, as cataratas logo em frente. Fomos logo para o passeio de barco que se aproxima muito das quedas d´água. Você se molha bastante, mas eles dão capa de chuva. Mais uma vez, sensacional. 






De lá, tive um tempo livre pelo parque. Caminhei, tirei fotos, olhei as cataratas, comi no Wendy´s (seu pobre), e descansei. 



De lá, passamos pela Niagara Whirlpool, um redemoinho que já tirou a vida de muitos mergulhadores que tentaram se aventurar por ali.


Antes da vinícola, paramos no relógio floral, que não tem muita graça, pelo menos no verão. 
Na vinícola, pudemos provar 4 tipos de vinho, incluindo o Icewine, que é um vinho gelado e super doce, feito com as uvas da região. Já levemente embriagado, fui trazido pela van até Toronto, onde peguei meu voo de volta. Em suma, uma experiência sem igual. Recomendo a todos.
E aí, curtiu o post? Tem algo que gostaria de adicionar? Comente, critique, xingue, esperneie.
Valeu pessoal.


O que fazer em Toronto em 2 dias?

Fala galera azeitada, tudo bem? Hoje vamos falar sobre Toronto, uma das cidades mais importantes do Canadá, e o que fazer lá em 2 dias. Esse post é perfeito para você que não tem dinheiro para gastar gosta de perder tempo em museus e ou tem poucos dias na cidade. O que você vai ver aqui é feito em 3 ou 4 dias pela maioria das pessoas e é o que você vai encontrar na maioria dos blogs por aí. A diferença é que aqui tem muito bom-humor, ousadia e irreverência. Prontos para curtir essa cidade cosmopolita na pegada da jaguatirica ensandecida? Ok, vamos lá...

Primeiro, duas curiosidades: 
1) na língua indígena local, Toronto significa ponto de encontro 
2) metade da população residente da cidade é estrangeira, o que faz de Toronto uma das cidades mais multiculturais do mundo.

Bom, comecei meu passeio chegando pelo aeroporto Billy Bishop, que recebe apenas voos regionais e é localizado em Toronto Island, praticamente no centro da cidade. Já adianto que não tive tempo de visitar Toronto Island, que com certeza é uma das atrações da cidade. Como a ilha é um parque gigante, cujo principal atrativo é a vista para Toronto, decidi tirar algumas fotos a partir do aeroporto e partir para a cidade.


Se você não tiver muitas malas e não estiver com pressa para fazer check in, recomendo fortemente ir andando do aeroporto até a CN Tower, aproveitando a waterfront (ou orla do lado, em bom português). Como era verão, pude ver como a cidade é muito ativa e agradável nessa época do ano. 
Chegando na CN Tower, que já foi uma das maiores torres do mundo e tem a melhor vista da cidade, fui logo comprar meu ticket. Para comprar não havia muita fila, mas mesmo assim recomendo comprar pela internet, coisa que a anta aqui não fez. No entanto, no final das contas, o problema mesmo é a fila para subir. Após uma hora e meia de puro stress, irritação e bufadas de impaciência, consegui chegar ao topo. Valeu à pena? #Descubra.



Perto da CN Tower, você vai encontrar o Rogers Centre, estádio de esportes da cidade. Como não havia nenhum evento esportivo no dia, dei uma olhada e segui viagem. Saindo de lá, na larica de 14 lutadores de sumô, resolvi provar a comida típica canadense, o famoso Poutine, que consiste em batata frita, coalhada de queijo e molho de carne, tudo junto numa meleca só. O local escolhido foi o Poutini´s House of Poutine, um dos mais famosos da cidade. O bagulho é bom e grande.


Saindo de lá, fui para a University of Toronto, onde eu ficaria hospedado (aliás, é uma boa opção, no estilo hostel - se chama 45 Willcocks Residence e você pode agendar pelo hostelworld.com). No meio do caminho, ainda passei por Chinatown, que não tem nada de muito interessante. Na universidade, dei uma olhada nos prédios no estilo gótico, tirei umas fotos no Queens Park e descansei um pouco.


Dali, parti para o Royal Ontario Museum. A fachada é muito bonita. 


Como sou daqueles que shits and walks para museus, tirei umas fotos e parti para o Tim Hortons, que fica ali perto. Trata-se do Starbucks canadense. Comi o tal do Timbit, que achei totalmente sem graça. 101 a cada 100 blogs vão falar para irem a qualquer Tim Hortons no Canadá, então vai lá, gaste seus dólares canadenses nessa porcaria e depois não diga que não avisei.


Até esse ponto, tinha feito tudo andando. Para economizar tempo e pernas, peguei um metrô na estação Museum e desci na estação St Clair West para visitar a Casa Loma. É um castelo neo-romântico (obrigado, wikipedia) que abriga um museu (no qual também não entrei) e que se localiza no alto de um morro, que dá uma vista bacana para a cidade. 


10 minutos para tirar umas fotos e segue o baile. Na mesma estação que desci, peguei o metrô para Yonge-Dundas Square, também conhecida como a Times Square canadense. Aquele monte de gente, aquela zona, aquele monte de letreiro gigante. 


Ali perto também o Eaton Centre, um shopping subterrâneo, para você que é rico e quer fazer compras. De lá, vá caminhando pela Yonge Street em direção ao waterfront. No caminho, você vai passar pelo Brookfield Place, uma galeria com arquitetura bem interessante, e o Hockey Hall of Fame. 


Ali perto, você também pode passar pelo flatiron de Toronto (chamado Gooderham Building oficialmente), um prédio símbolo da cidade e ir ao St. Lawrence Market, o mercado público da cidade. Se eu ainda não te matei de cansaço, você pode andar até o waterfront e curtir o fim do dia caminhando em frente ao Lago Ontario. 


À noite, você pode ir a algum bar, balada ou restaurante na Queens Street. Eu, como não sou muito sofisticado, fui no The Burger´s Priest, uma rede de burgers famosa na cidade. Entupi minhas artérias e não me arrependi.
Se você sobreviveu a isso tudo, você vai ter conhecido praticamente todas as atrações turísticas relevantes da cidade. O que fazer no segundo dia então? Resposta óbvia: vá para Niagara Falls. Eu fui com a Niagara Day Tour (http://www.niagaradaytour.com/) e valeu cada centavo. A experiência completa eu conto AQUI.


Imperdível!