Propaganda Cabeçalho

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Outono chega no Le Pain Quotidien

A chegada do Outono traz consigo dias mais frescos que influenciam diretamente em nossa alimentação. Num misto de sabores que unem o frescor dos pratos de verão com as particularidades de pratos típicos de inverno; a chef Roberta Nepomuceno, do Le Pain Quotidien, criou um menu especial que entra nesse mês em todas as lojas paulistanas.
As saladas ganham o equilíbrio entre o doce e o amargo; o quente e o frio. Para os veganos, a chef criou a Salada de Quinoa com rúcula, abóbora assada, berinjela, molho pesto, mix de sementes, azeitona e molho vinagrete. Delicioso, não?!
Já nos pratos quentes, o destaque fica por conta do Club Sanduíche.

Club Sanduíche: frango grelhado, bacon, queijo Emmental, maionese de alcaparras, tomate e mix de folhas (R$25,20)

E ainda tem opção para uma comida mais confortfood, o Ensopado de Frango da Vovó com legumes e creme servido com mix de folhas e pães orgânicos.
Para as sobremesas podemos encontrar uma deliciosa Torta de nozes e a Torta Banoffi.
A última vez que estive na Le Pain experimentei o Espaguete de Pupunha. Um prato exclusivo do cardápio de verão que para nossa sorte fez tanto sucesso que permaneceu no cardápio.


Esse Espaguete foi o melhor que já provei! Leve, saboroso e bem servido.
Na minha próxima visita, já tenho anotados os pratos que irei provar!



sexta-feira, 15 de abril de 2016

Big X Picanha

Semana passada fomos conhecer o Big X Picanha.
Lanches fartos, ambiente  clean e bom atendimento, são o diferencial da hamburgueria.
Hoje o Big X Picanha conta com mais de 50 mil lojas pelo Brasil, e a da nossa visita foi a de Pinheiros.
Cardápio composto por entradas, pratos, lanches, opções kids, vegetariano e até salada. Vai de opções vegetarianas, até um delicioso Big X Camarão ao Catupiry. Opções para todos os tipos de gostos e bolsos!
Começamos com uma deliciosa porção de fritas cheddar e bacon. E claro, maionese da casa!

Fritas com Cheddar e Bacom R$ 23,90

Maionese da Casa

A batata frita não tem muito o que falar, estava bem gostosa. A maionese da casa é bem boa, vale a pena pedir para experimentar.
A decisão do lanche foi algo realmente difícil.
A casa está com uma novidade nesse mês de Abril, o lanche de cheddar e bacon. E além disso você pode escolher entre 1, 2 ou 3 hambúrgueres no lanche.
Mas pedimos uma sugestão e o garçom falou que o Monstro Burguer também era novidade e que valeria a pena provar. Então não vamos contrariar, né?!

Monstro Burguer R$ 25,90

Big X Picanha Especial R$ 26,90

O Monstro Burguer é realmente MONSTRO! haha Gente, ele é enorme! Mas o sabor é bem compatível com o tamanho. Além do custo-beneficio ser excelente! Mais uma dica: quando for comer esse lanche, vá com bastante fome!
O lanche de picanha foi meu preferido! Carne macia, suculenta, estava delicioso! Já o Rafa ficou in love com seu Monstro Fucking Burguer.
Como o espaço da sobremesa no estômago é outro, partimos para um mousse de chocolate para finalizar.

Mousse de Chocomelo R$ 9,90

E a sobremesa fechou a visita com chave de ouro!
Pra quem já conhece, vá conhecer as novidades que a casa está oferecendo. E pra quem não conhece, não sabem o que estão perdendo!!


Big X Picanha 
Rua Henrique Schaumann, 656 - São Paulo


Gordices em Morro de São Paulo: Passeio Volta a Ilha

Começo nossa serie de post sobre Morro de São Paulo contando pra vocês sobre o melhor, e imperdível, Passeio Volta à Ilha.
Alguns amigos já tinham indicado esse passeio e foi a primeira coisa que procuramos quando chegamos. 
Vou ser bem detalhista contando minha experiência para vocês entenderem como é fundamental a ajuda de pessoas honestas nessas horas. 
Estávamos tomando um drink e fomos abordados pelo Ney (até então não nem sabíamos quem ele era), ele nos ofereceu o passeio, mostrou fotos, fez um preço bacana, oferecia comodidade e uma lancha maravilhosa para o passeio. Assim que chegou, já começou falando: Amanhã será último dia de maré baixa e o último dia dessa semana para vocês conseguirem fazer esse passeio e curtirem as piscinas naturais. Óbveeeo que eu não acreditei. Mesmo tentada com tudo que ele nos ofereceu, achei que fosse papo de vendedor e disse que íamos pensar. 
Jantamos no Baiano (vocês vão ver em breve por aqui), pedimos ajuda para o garçom e para nossa surpresa ele disse a mesma coisa sobre a maré, acreditam?! Não é que o carinha estava certo?! Já achei que a gente tinha se lascado, quando o garçom falou que conhecia o melhor guia da ilha e ia ver se achava ele pra falar com a gente. 
Eu nem preciso dizer quem era, né? hahaha Ney nos perseguiu! Foi destino! 

Fechamos o passeio com o Ney que trabalha na agencia Miranda e foi uma das melhores decisões da viagem. 
A ilha é cercada de agências. São muitas mesmo! Em todo lugar te oferecem passeios. É bom pegar com uma agência de confiança para não ter dor de cabeça e acabar perdendo dinheiro e um dia de viagem. 
O Ney nos buscou na pousada no horário combinado e fomos rumo à Terceira Praia. 
Estava lá à nossa disposição uma lancha nova, rápida, com capacidade entre 14 e 16 pessoas, com compartimento para guardar as bebidas. Todo conforto para o passeio ser perfeito!
Ainda demos uma sorte enorme de pegar uma turma legal e super animada!


O passeio mais requisitado da ilha dura o dia todo e começa pelas piscinas naturais da Praia de Garapuá. Excelente para tomar uma cervejinha, mergulhar e dar comida para os peixinhos.




A lancha segue para as bonitas piscinas de Moreré, na Ilha de Boipeba. Descemos em Boipeba para almoçar e comer a deliciosa lagosta do Guido (em breve aqui no blog).



Depois que já estávamos devidamente alimentados, seguimos para mais uma das piscinas naturais.
De lá seguimos para o Rio do Inferno, onde vimos a junção das águas salgada e doce, um passeio que dura cerca de meia hora e é delicioso para relaxar.
Paramos em Canavieiras e seus restaurantes flutuantes, que são famosos por servir ostras fresquinhas e deliciosas.


Por fim paramos em Cairu para abastecer. Tínhamos a opção de fazer o tour pela cidade, mas optamos por ver o pôr do sol em um dos bancos de areia que tinha no meio do mar.
Como acabamos nos atrasando no abastecimento, o pôr do sol foi apreciado da lancha mesmo.


O passeio é indescritível, maravilhoso! 
Não tivemos nenhum problema com a Agência. Todo suporte na lancha, motorista super capacitado, super recomendamos! 
O Ney tem whatsapp (75) 9186-7985 e pode sanar todas as dúvidas que vocês tiverem sobre passeios, valores, e etc. 

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Gordices no Rio de Janeiro: Zazá Bistrô

Começo nossa maravilhosa experiência na cidade maravilhosa apresentando um lugar todo romântico e excêntrico, em Ipanema. 
Aberto em 1999, Zazá Bistrô reúne um ambiente intimista e bom atendimento.
O cardápio tem muita inspiração na culinária asiática e a maioria dos seus pratos é elaborada com produtos orgânicos.
A atmosfera do lugar é sensacional!
Com um cardápio recheado de delícias, a escolha do prato foi uma decisão difícil.
Começamos com a Degustação de Entradas Quentes.

Zaza Bistro
Degustação de Entradas Quentes: Esfera de cordeiro, Tapioca, Samosa e Pastillas R$ 42

Nossa, vocês não fazem ideia de como é delicioso! Eu comeria umas 5 entradas dessa.. haha
Aconselho muito pedir esse prato. Cada item tem um sabor bem único, é muito interessante.

Zaza Bistro
Nossa interpretação de Shishbarak: Paleta de Cordeiro Braseada com especiarias, sobre ravióli de batata baroa com molho de iogurte trufado, hortelã e amêndoas crocantes R$ 82

Zaza Bistro
Noodles de Frutos do Mar: com Lulas, Polvo, Camarões e cubinhos de Namorado no caldo de capim limão, coentro e nirá R$ 72

Os pratos são bem servidos, as combinações são inusitadas e deliciosas! A paleta estava extremamente macia, o ravióli desmanchava na boca.
Apesar do preço salgado, a experiência é inesquecível. 
No final recebemos dois bilhetes, vou escrever um deles pra vocês.  

"E se de repente um poema
E se repente uma flor
E se de repente um dilema
E se de repente o amor? 
(Wellington Carvalho)"

A garçonete nos disse que sempre entregam para os clientes no final. 
Esse lugar transpira amor! <2


Zaza Bistro


Zazá Bistrô Tropical
R. Joana Angélica, 40, Rio de Janeiro, RJ



quarta-feira, 30 de março de 2016

Gordices no Rio de Janeiro: La Trattoria

La Trattoria está situado na rua lateral do Copacabana Palace. Oferece um ambiente intimista, aconhegante e um cardápio bem completo, com opções de grelhados e massas de encher a boca d'agua.
Esse restaurante virou o queridinho do Rafa enquanto ele trabalhou pelo Rio. Quando fomos juntos, não tinha nem como não passar pra saber qual era o segredo desse lugar que deixou ele tão apaixonado.
Deixei as escolhas na mão do Rafa e assim que sentamos ele já pediu o pão de alho de entrada.

Porção de pão de alho R$ 4,80

Conselho importantissimo da amiga blogueira que vos fala: esse pão é uma afronta de gostosura, tome cuidado com a quantidade que vai pedir, porque os pratos são bem servidos.
O prato principal ficou para as especialidades da casa.

Rio de Janeiro

Restaurante Italiano no Rio
Agnolotti Verde de Queijo ao Creme de Funghi Tartufado R$ 46,80


Restaurante Italiano
Camarões com Spaghetti ao Funghi Tartufado R$ 72,80

Sério, se você gosta de camarão e trufa, SEEEEEEM OR, você não pode morrer sem comer esse prato.
Sem exagero, essa massa é uma das melhores coisas que já  provei na vida!
Agnolotti também estava divino, mas o tartufo foi amor a primeira garfada.
O preço é bem salgado, mas vale cada centavo!
Se passar pelo Rio, ou mora e ainda não conhece, não perca mais tempo!

La Trattoria


La Trattoria 
Rua Fernando Mendes, 7-A - Rio de Janeiro
Tel: 21 2255-3319


Quais as melhores carnes para assar?

Carnes

Iniciante na cozinha como eu e não sabe qual melhor carne pra assar?!
Confira as dicas de cada carne e escolha a que melhor se agrada ao tipo de prato que deseja fazer.

Lagarto: peça cilíndrica, especial para rosbifes e assados de panela, de fibras longas. Seu formato facilita o rechear, bastando, para isso, furarmos o centro da peça com uma faca de ponta. Seu defeito é ser uma carne muito seca, por esta razão, fica melhor lardeada com bacon.

Coxão mole:
também é utilizada para bifes, pois é macia. A peça é grande e costumamos adquiri-lo aos pedaços, conforme necessitarmos. Para 4 pessoas, 700 g é uma excelente quantidade. Também conhecida como chã de dentro.

Coxão duro:  também conhecido como chã de fora, é necessário amarrá-lo para não perder a forma na hora de assar, por possuir fibras curtas. Para 4 pessoas, podemos usar a mesma quantidade do coxão mole.

Fraldinha: é um subproduto da alcatra, uma das peças que a compõe. É um pouco dura para o churrasco, apesar de saborosa, mas, na panela, cozinha rapidamente e fica bem saborosa.

Acém: Apesar de ser uma carne de segunda, é uma carne muito saborosa, macia, boa para assados e ensopados. É vendidas em pedaços, com cerca de 800 g

Capa de filé: tem muitos nervos e vai demorar para assar, mas o sabor é compensador.

Braço e ponta de agulha também podem ser utilizados para esse fim, sendo ambos mais rígidos, com mais nervos. O braço também é chamado de pá ou paleta.



terça-feira, 29 de março de 2016

Gordices em Goiânia: Kabanas

Um dos famosos restaurantes de Goiânia, o Kabanas reúne pessoas chiquetosas, pratos elaborados e preços altos em um só lugar.
O cardápio oferece várias opções que fogem do lugar comum: filé de cordeiro, magret de pato, arroz de pato, camarões tailandeses, entrecote e assim por diante.
Eu fui de filé de cordeiro, com crosta de pimenta, acompanhado de talharim com sálvia (R$ 74). Meu amigo optou por um bife de chorizo angus, acompanhado de cebola, salada, vinagrete e batatas fritas (R$ 62).

(Relevem minha habilidade com fotos) 


O garçom informou que o filé de cordeiro já vinha ao ponto, que era o padrão da casa. Para o bife de chorizo, o rapaz perguntou qual seria o ponto. A resposta foi: ao ponto, com o interior vermelho e sangrando. Pois bem. Qual não foi a surpresa ao vermos os dois pratos com as carnes bem passadas? PUTA QUE PARIU!!! Qual o problema de 90% dos restaurantes ao não acertarem o ponto da carne? Nada me irrita mais que isso. Tirando este “pequeno” detalhe, ambos os pratos estavam bastante saborosos. Mas o veredito final é: não vale a pena pagar quase 100 reais por pessoa, incluindo bebida, para os malditos não acertarem a porcaria do ponto. Quanto ao magret de pato (R$ 97) e ao arroz de pato (R$ 115), acho que fiz bem em não prová-los. Já imaginou um magret bem passado?



Kabanas
Av. Jamel Cecílio, 3300 Shopping Flamboyant, Loja AE-08 - Setor Jardim Goiás, Goiânia
Tel:4001-9001



Imperdível!